nirvana my girl

Loading...

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Castigo Sereno!





Lindo sonho vivido,
doce ilusão criada,
ativaste em minh'alma
um vulcão adormecido.

Não sei se foi um castigo
de tê- la, sem te ver amada,
mas sem precisar de mais nada
tiraste de meus lábios o sorriso,
me chamando de querido.

Entre sussurros e abraços,
confidências firmando o laço,
brotava o amor incontido!

E como amante e amigo
nessa relação que veio do acaso
brinquei com o tempo e o espaço
vi de volta o tempo perdido.

Quantas vezes li "querido",quantas palavras "meu amado",
de uma parte que eu era de fato,
o meio e o todo foi construído.

Minhas teclas o teu toque sentindo
minhas cordas ecoavam os teus atos,
os meus sons te envolviam em laços,
sentia teu peito explodindo,
teu coração sofrido se abrindo,
mostrando o espírito fortificado.

Mergulhei nesse lago ondulado
e encontrei um oceano lindo.

Ah! adorável destino
de viver esse amor sem retrato,
de te ter e não ver em meus braços
tua imagem de anjo do limbo!

sábado, 23 de julho de 2011

Um dia!




Dia haverá, que ao acordar de manhã,
pensarei em outras coisas que não
sejam você.
Que não indagarei mais o porquê,
Que terei transcendido esta saudade.
Que não sentirei por você, mais nada,
nem ao menos amizade...


Dia haverá, que não precisarei mais
saber como você tem passado:
se feliz ou triste, se contente ou
amuada.
Que não perguntarei mais de você
a ninguém, porque pouco
me importará
se você estiver passando mal ou bem...


Dia haverá,que não pedirei mais a Deus
que você me escreva, que me ligue,
me procure ou dê sinal de vida.
Que não abrirei mais as cartas na mesa,
no afã de encontrar uma saída.
Que não precisarei mais lhe contar os detalhes
aqui da minha lida...


Dia haverá, que você estará banida da minha mente,
do meu destino, das minhas noites insonias.
Que conseguirei olhar as estrelas, sem chorar
e sem gritar seu nome.
Que terei me sobreposto e dizimado este
fadário
Na última lágrima,
Na última conta do meu rosário.

sábado, 2 de julho de 2011

Good day girl!





Girl desperte… good day! 
Far already the sun is gone…
 would say, that soon… 
the tame water, of a stream to sing… 
to the shade it rests… 
this desire… 
this fire to burn me! 
It comes to search me… 
dear… of girl… of felt woman…! 
It comes to teach to me… 
undressed… 
to know flavor the most desired fruit… 
that the imagination invents… 
in this blue infinite… 
when waking up… 
e to attend plus one day to border!

Saudades!





Saudade infinita que invade o peito,

saudade da imagem que não toma jeito;

saudade eterna por ser infinita,

saudade é a luz que a mantém bonita;

saudade mantida em forma de manto,

saudade que aflora e mantém o pranto;

saudade acesa de lembranças de vida,

saudade que traz emoções vividas;

saudade expressão de querer te ver perto,

saudade tristeza de não tê-la de certo;

saudade que as vezes torna a vida sofrida,

saudade, saudade de você querida.