nirvana my girl

Loading...

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Saudades Eternas...


Saudades Eternas...

Seis meses já se passaram, seis meses que você se foi, seis meses de saudades eternas...
Tia Cema, ainda é difícil de crer que você não está mais aqui, mas tenho certeza de que agora você está bem, não sente mais dor, não está mais em sofrimento, agora está bem...
Tio André, já são 17 anos sem você... sempre me lembro de ti como o brincalhão da família, fazia todos rirem, se divertirem...
É difícil dizer com palavras o quanto nós sentimos a falta de vocês...
Tio Gilmar, com seu jeito calmo, palavras serenas, tinha seu modo tranquilão de ser...
Tio Silvino, infelizmente vítima da bebida...
Tio Alberto, o contador de histórias, hehehehe... vítima de câncer...
Tio Olinto, também vítima de câncer, o “músico” da família...
Cada um com o seu jeito peculiar, mas todos fazem uma falta enorme...
Sentimos demais a falta de cada um de vocês, mas com a certeza de que agora vocês estão bem, descansando na eterna paz...
Amamos demais cada um de vocês!
Lembranças eternas...
Saudades eternas...


Que Deus abençoe a todos nós!

quinta-feira, 6 de agosto de 2015





Este é um poema de amor
tão meigo, tão terno, tão teu...
É uma oferenda aos teus momentos
de luta e de brisa e de céu...
E eu,
quero te servir a poesia
numa concha azul do mar
ou numa cesta de flores do campo.
Talvez tu possas entender o meu amor.
Mas se isso não acontecer,
não importa.
Já está declarado e estampado
nas linhas e entrelinhas
deste pequeno poema,
o verso;
o tão famoso e inesperado verso que
te deixará pasmo, surpreso, perplexo...
eu te amo, perdoa-me, eu te amo...
"Poeminha Amoroso"