nirvana my girl

Loading...

sábado, 23 de maio de 2015





Há certas horas, em que não precisamos de um Amor...
Não precisamos da paixão desmedida...
Não queremos beijo na boca...
E nem corpos a se encontrar na maciez de uma cama...

Há certas horas, que só queremos a mão no ombro, o abraço apertado ou mesmo o estar ali, quietinho, ao lado...
Sem nada dizer...

Há certas horas, quando sentimos que estamos pra chorar, que desejamos uma presença amiga, a nos ouvir paciente, a brincar com a gente, a nos fazer sorrir...

Alguém que ria de nossas piadas sem graça...
Que ache nossas tristezas as maiores do mundo...
Que nos teça elogios sem fim...
E que apesar de todas essas mentiras úteis, nos seja de uma sinceridade
inquestionável...

Que nos mande calar a boca ou nos evite um gesto impensado...
Alguém que nos possa dizer:

Acho que você está errado, mas estou do seu lado...

Ou alguém que apenas diga:

Sou seu amigo! E estou Aqui!


sábado, 16 de maio de 2015

O que é que custa?


O Que É Que Custa?

Sei muito bem como hoje em dia nossos horários estão tão lotados de afazeres, é trabalho, casa, filhos...
Mas, no meio dessa rotina apertada, o que é que custa tirar 5, apenas 5 minutinhos do seu dia para admirar tudo a sua volta e ver as coisas com outros olhos? De repente você percebe detalhes que talvez você nunca tenha percebido ou prestado muita atenção...
O que é que custa parar por um instante e ouvir uma história de um ancião e perceber lições de vida e usá-las no seu dia-a-dia e passar adiante?
O que é que custa começar a semana de uma maneira muito mais amorosa, independente do clima, dizendo: “BOM DIA, SOL! OBRIGADO(A) POR ILUMINAR MEU DIA!” ou “BOM DIA, CHUVA! OBRIGADO(A) POR VOCÊ APARECER E ENCHER NOSSOS RIOS E MOLHAR AS PLANTAS QUE NOS FORNECE OS ALIMENTOS!” e começar o dia com um sorriso?
Custa alguma coisa?
Não custa nada!
Um sorriso, um ombro-amigo, uma boa ação... não tem dinheiro que pague, principalmente se você fizer de coração, sem esperar nada em troca...


Que Deus abençoe a todos nós!

Distancia






Cruzando o espaço 
Que nos separa
Existem caminhos
Sóis e luas
Mas meu coração
Não para
Cavalga em ventos...Brisas
Estrelas no firmamento
Em pensamento e espírito
Nesse amor que nasceu
Através do tempo e espaço
Que nos separa!
Vem amor meu...
Os dias são longos
Monótonos e tristes 
Sem você...
E o meu amor 
Assim resiste
Porque te amo!
Meu coração está em ti 
E do meu não te separo
Pois poucos conhecem
A felicidade do amor
Que sobrevive 
Através do tempo e espaço
Sem você!
Nessa distância
Que nos separa!

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Desapego!!!



Desapego!!!

Foi difícil ver tudo aquilo que nós demoramos décadas para construir ir tudo por água abaixo em minutos...
Destruição, desolação, desespero diante de nossos olhos...
Como conseguir desapegar de tudo, assim, de uma hora para outra? mesmo sabendo que o nosso suor, esforço e mérito estava tudo ali?
Quantas vidas, inocentes ou não, perdidas de repente?
Te confesso que, sinceramente, o desapego, num momento como esse, é muito mais difícil do que eu imaginei...
Agora, da onde tirar forças e recomeçar TUDO do zero e desapegar de tudo o que conhecíamos até pouco tempo atrás?
Precisamos seguir em frente, por mais difícil que seja, teremos que começar do zero...

Minhas simples, mas tão sinceras palavras aos sobreviventes do terremoto de Kathmandu, Nepal.
Desejo a todos força, mas principalmente esperança e fé para um novo recomeço...


Que Deus abençoe a todos nós!

sexta-feira, 1 de maio de 2015





Obrigado a todos que lêem meu blog
Espero que gostem
Escrevo porque gosto de poesia
E o mundo precisa de mais romantismos
Abraços e beijos a todos!

O Que É o Amor Verdadeiro







Algumas pessoas pensam que encontrar um amor verdadeiro é encontrar uma pessoa perfeita, que saiu dos seus sonhos e encaixa perfeitamente em todas as áreas da sua vida. Esse é um grande erro e a principal explicação para o fim da maior parte dos relacionamentos.
Um amor verdadeiro é aquele que resiste ao teste do tempo. É ter ao lado uma pessoa que conhece todas as nossas imperfeições e continua nos amando do mesmo jeito.

É verificar que existem algumas incompatibilidades e alguns gostos completamente diferentes, mas estar disposto a fazer alguns sacrifícios para agradar a outra pessoa.
É enfrentar os desafios e as dificuldades de mãos dadas, porque quem ama de verdade sabe que os dois juntos são muito mais fortes do que se estiverem separados.